Obrigado Cepam

Na semana passada, após quase 3 anos, deixei de trabalhar no Cepam. Por se tratar de um órgão público pequeno, foi uma grande escola pra mim, já que tive a oportunidade de conhecer o trabalho do estado a partir de dentro da máquina. E por contar com chefes muito inovadores, foi uma experiência muito rica e intensa.

Alguns projetos que tive a oportunidade de viabilizar nesse período:

O Perfil dos Prefeitos do Estado de São Paulo:

Trata-se de um estudo que traça o perfil dos prefeitos paulistas, abrangendo aspectos pessoais (idade, tempo livre, etc.), experiência profissional (formação, troca de partido, tempo de carreira, eleições anteriores, etc.) perspectivas (sonhos, prioridades no mandato, etc.). Foram entrevistados 624 prefeitos de municípios paulistas, na época recém-eleitos, dos governantes paulistas. Além de conhecer um pouco mais da realidade dos governos locais, de investir muitas madrugadas e de rodar o Excel na capacidade máxima, tive a feliz oportunidade de trabalhar com a equipe do Cebrap e de participar de todas as etapas da parte de editoração de uma publicação, algo novo pra mim.

Informativo Cepam 2010:

Publicação que já está na 13ª versão, com muitas informações de TOODOS os 645 municípios paulistas (Prefeito e Presidente de Câmara, com partidos, endereço, telefone, site, email, IDH, receitas, população, programas estaduais nos municípios, etc, etc) + Governo do Estado de SP + Governo Federal. Trabalho do cão que envolve muita gente e muito esforço. O plus da versão de 2010 é o aplicativo para iPhone, que disponibiliza as mesmas informações da publicação no celular da Apple, de forma gratuita para usuários do aparelho, e atualizadas online.

Wikis:
As wikis Repertório de conceitos municipais e Perguntas e Respostas em temas municipais organizam o conhecimento tradicionalmente produzido no Cepam em ferramentas mais modernas, gratuitas e fáceis de usar. Qualquer usuário tem acesso ao que é produzido pela instituição, que atende mais pessoas. Além disso, o usuário pode participar e complementar o conteúdo do Cepam.

Cepam 2.0:
Fazer com que uma instituição pública tivesse presença forte na web 2.0, com diversas contas institucionais em redes sociais como Twitter e Facebook, fortalecendo não só a comunicação mas principalmente a interação com sociedade (o chamado Governo 2.0) foi um dos maiores desafios. Quebras de paradigma imensos (inclusive meus) foram necessários, mas hoje as redes sociais do Cepam estão ativas, e espero que se consolidem nas próximas gestões. O carro chefe é a Rede CIM – Célula de Inovação do Município, que é uma rede social aberta e livre, para gestores públicos e pessoas interessadas em questões municipais, com mais de 3.600 membros representando mais de 610 municípios.